terça-feira, 24 de abril de 2012

A UNÇÃO DO ESPÍRITO - I JO 2:18-29


A UNÇÃO DO ESPÍRITO - I JO 2:18-29
A unção é dar força para o cristão para continuar fervoroso, na sua convicção de fé  e a defender seus princípios. O cristão que tem a unção não fica pedindo um sinal para Deus porque isso é os pagãos que  pedem, sinal.

1. “Aquele que não conhece Deus o Espírito, não pode conhecer Deus de modo algum”

2. Estamos diante de uma palavra:
a) Paternal (v. 18a)
b) Urgente (v. 18a)
a) Reafirmação (v. 18b-19)

Os anticristos: “muitos” (v. 18b), sinais da “última hora” (v. 18). “saíram do
nosso meio” – oriundos do povo de Deus (v. 19), mas não pertenciam ao
povo de Deus.
Os crentes: “vós possuís unção que vem do Santo e todos tende conhecimento" (v. 20).

A.: a unção era, e é, a grande arma para enfrentamento dos desafios
da Igreja no mundo nos últimos dias...


I – DESTINATÁRIOS DA UNÇÃO: “FILHOS”
(v. 18 “filhinhos”; v. 20 – “vós possuís a unção.......”)

** I Jo 3:1-2
1. Filiação presente (v.2 “amados, agora, somos filhos de Deus...”)
a) Base: o amor do Pai (v. 1a)
b) Meio: a obra do Filho

* “De fato somos filhos de Deus” (v. 1) – como a filiação se tornou fato?
** Pela descoberta da identidade de Jesus: “Cristo” (v. 22)
** Pela confissão da identidade de Jesus (v. 23)
Quem nega não tem Pai, quem confessa tem Pai I Jo5:1a “todo aquele que crê que Jesus é o Cristo é nascido de Deus” Jo 1:12

c) Conseqüência: a rejeição do mundo (v. 1b) e a vitória sobre o mundo ( I Jo 5:4-5)

2. Filiação futura (v. 2 “agora somos... e ainda não se manifestou o que havere de ser) = “já/ainda não”)

O presente é bom, o futuro será infinitamente melhor! A unção é uma antecipacão da glorificação

A.: A unção é uma exclusividade dos filhos; por isso, a primeira condicão para recebê-la é ser filho (I Jo 5:11-13)

II – A PROCEDÊNCIA DA UNÇÃO:
“ a unção que vem do Santo” (v. 20)

1. Jesus é o “Santo” (Jo 6:66-67)

2. Jesus é o “Santo” fluidor do Espírito Santo (Jo 7:37-39 cp c At 2:32-33)

A.: a unção não procede da nossa instituição, tradição, ritos, eventos, líderes, nem de nós mesmos, ela vem do trono e a boa noticia é que está permanentemente disponível! O que falta então? “Se alguém tem sede venha mim e beba” (Jo 7:37)

III – CONSEQÜÊNCIA DA UNÇÃO:
“e todos tendes conhecimento”(v. 20)

1.Conhecimento da verdade do Pai

“O consolador, o Espírito Santo, aquém o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo que vos tenho dito” (Jo 14:26).
“Quando vier, porém, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará as coisas que hão de vir”

2. Conhecimento do poder do Pai

“Não fostes vós que me escolhestes a mim; pelo contrário, eu vos escolhi a vós outros e vos designei para que vades e deis fruto e o vosso fruto permaneça...” (Jo 15:16); “Quando vier o Consolador, que eu vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da Verdade, que dele procede, esse dará testemunho de mim e vós também testemunhareis....” (Jo 15:26-27a)

CONCLUSÃO

Como experimentar a unção hoje?

1.) Filiação – v. 18, 20; I Jo 5:1, 11-13
2.) Apropriação
a) Palavra (v. 21 cp c/ 24)
b) Fé (v. 25; Gl 3:2, 13-14 “quero saber apenas isto de vós: recebestes o Espírito pelas obras da lei ou pela pregação da fé?... A bênção de Abraão chegou aos gentios, em Jesus Cristo, para recebermos pela fé o Espírito prometido”
c) Comunhão (v. 27-28 “permanecei nele....”; I Jô 5:14 “esta é a confiança que temos para como ele, Jesus, que, se pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, ele nos ouve”

“Errais não conhecendo as escrituras e o poder de Deus” (Mt 22:29)

d) Submissão (v. 29 – o sinal do filho é a prática da justiça do Pai Pedro – “... Espírito Santo que Deus outorgou aos que lhe obedecem” (At 5:32)

APELO: “ se vós que sois mais sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais o Pai celestial dará o Espírito Santo àqueles que lho pedirem”? (Lc 11:13)