terça-feira, 6 de março de 2012

Os Nobres Bereanos (6) por Vincent Cheung



Ora, os bereanos eram de caráter mais nobre do que os de Tessalônica, pois receberam a mensagem com grande avidez, e examinavam todos os dias as Escrituras, para ver se o que Paulo dizia era verdade” (Atos 17:11).

Assim como devemos seguir seu exemplo como ouvintes, não deveríamos ficar satisfeitos com nada menor da nossa audiência como pregadores. E isso significa que os ministros cristãos devem se esforçar para serem o mesmo tipo de pregadores que os bereanos ouviam, de forma que, como Paulo, devemos pregar e arrazoar “à partir das Escrituras, explicando e provando” Cristo aos nossos ouvintes.
Ainda, por causa da forma desequilibrada com que muitas pessoas têm aplicado nosso versículo, devemos novamente relembrar a nós mesmos de seu ponto principal, e a razão principal pela qual os bereanos foram chamados nobres. Eles não foram elogiados porque eles eram suspeitos e hostis, mas porque eles eram ávidos em ouvir o evangelho.
A atitude deles era, “Você tem nos trazido uma boa mensagem de Deus, vejamo-la também à partir das Escrituras”, e não, “Não nos faça de estúpidos e crédulos. Nós não vamos deixar você partir com algo, e não queremos crer em nada que você diga, a menos que você a prove para nós à partir das Escrituras”. Ora, a primeira atitude não reflete qualquer credulidade também, mas é caracterizada por um caráter nobre, uma abertura à revelação de Deus.
Deus não é agradado quando o discernimento se torna resistência e dureza de coração disfarçados. Como a Escritura diz: “Hoje, se ouvirem a sua voz, não endureçam o coração” (Hebreus 4:7). Cristãos de caráter “nobre” não são maliciosamente suspeitos, mas eles são inteligentemente ensináveis. Eles respeitam os mensageiros de Deus; eles são ávidos em ouvir a Palavra de Deus; e eles são rápidos para crer e rápidos para obedecer.
Assim, se vamos imitar os nobres bereanos, então recebamos prontamente a palavra de Deus de ministros fiéis, e seremos tão ávidos em afirmar e praticar a verdade que eles proclamam que examinaremos a Escritura “todos os dias” (v. 11), de forma que construiremos nossa fé e adoração correta sobre a firme rocha da revelação também.
Continuemos a ensinar os crentes a “testar todas as coisas”, mas quando falarmos sobre os bereanos, relatemos também acuradamente a natureza de seu caráter nobre, que eles eram ávidos em ouvir e receber a palavra de Deus. E nós não devemos perder essa devoção simples à palavra de Deus, mesmo que pensemos já ter adquirido muito conhecimento e discernimento; antes, permaneçamos humildes, ensináveis e nobres.

[fim da série]
Fonte: http://www.monergismo.net.br  

Nenhum comentário:

Postar um comentário